Técnica objetiva usada para validar uma teoria ou hipótese ouvindo um número significativo de pessoas cujo perfil seja representativo do público-alvo da pesquisa.

A maioria das pesquisas de marketing e também as eleitorais não são probabilísticas e são recursos importantes para apoiar as decisões desde que os critérios de seleção de amostra e tratamento dos resultados sigam padrões estatísticos.

Uma pesquisa quantitativa possibilita análises que buscam a relação de causa e efeito, de segmentação por comportamento, entre outras. Os resultados são expressados por meio de números em formatos gráficos e possibilitam conclusões e recomendações.

Para quais situações são indicados:


  • Experiência do cliente: satisfação, lealdade, imagem
  • Produto: conceito, design, embalagem, marca
  • Propaganda: pré e pós teste de campanha
  • Preço: para novos produtos e para produtos existentes
  • Canais: localização, eficiência
  • Política: intenção de voto


Processo de pesquisa qualitativa

Vantagens Desvantagens
Controle na coleta de dados Pouca profundidade
Gera “Padrão de Ação” Precisão depende da amostra e construção do questionário
Informação projetável Custo e tempo maiores em entrevista presencial